segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Sociedade Secreta - Diana Peterfreund

Por meio desta eu confesso: Essa série foi uma das minhas "descobertas" do ano.



Sinopse: Amy Haskel é subeditora do jornal da faculdade e acredita que logo será convocada para a sociedade secreta Pena & Tinta. Mas tudo muda quando ela se torna uma das primeiras garotas convidadas a integrar a Rosa & Túmulo, a sociedade secreta mais poderosa - e infame - do país. Amy vê sua vida virar do avesso depois que se transforma em uma Coveira (como são chamados os integrantes da Rosa & Túmulo) - não consegue estudar, se afasta dos amigos e está prestes a perder seu quase-namorado. E é só o começo. Em nome da sociedade, Amy deverá assumir a liderança de uma grande conspiração que envolve dinheiro e poder, e que tem (grandes) chances de destruir sua vida.

OPINIÃO GERAL SOBRE O LIVRO:
Ah, o que dizer quando você esta só lendo o primeiro capítulo, sabe como é, só pra ver se é legalzinho, te interessa um pouco...
E então, sem que você perceba, terminou o livro no mesmo dia. Algo em torno de 300 páginas, se não me engano (preguiça de levantar para ir olhar), malmente parando para engolir alguma coisa e ir ao banheiro - reclamando da vida por essas pausas idiotas...
E foi aí que eu percebi que estava amarrada nessa série e PRECISAVA de sua sequência...
Viu como o livro é legal? :D

A escrita da Diana é ótima, fluída, tanto que enquanto avançamos com a leitura, mal da para perceber. Lembra um pouco a da Meg Cabot, mas com um quê a mais, intende? Primeiro, que o ambiente em que a história foi escrita é acadêmico, a universidade Eli, integrante de Yale.
Poxa, depois de só encontrar lançamento que tivessem o ensino médio como plano de fundo (me fazendo sentir uma velha) algo diferente, que aborde o mundo dos estudantes universitários, com todas as correrias e prazos para trabalhos me interessou bastante. E todo o tema das sociedades secretas que é super legal (adjetivos muito criativos, os meus).
Na história, Amy Haskel, uma protagonista da qual gostei muito, é escolhida para entregar uma das sociedades secretas do campos, sendo esta, a Rosa e túmulo, a mais antiga e poderosa, que até a convocação de Amy não aceitara mulheres em suas fileiras.
O que traz mais um aspecto bom desse livro, pois Amy vai ter de lutar contra um monte de velhos babacas e de mente retrógrada para mostrar que o mundo não é mais o mesmo (leia-se idade das trevas).
E além de tudo isso, a história é boa, o que afinal de contas, é o principal. Leitura totalmente recomendada.

A PROTAGONISTA:
Nessas postagens que comecei a fazer recentemente, resolvi abordar essa tão importante peça de qualquer livro que lemos. A importância disso é bem óbvia: Não dá para aguentar personagem protagonista mala, principalmente porque é através do olhar delas que nos é apresentado o mundo do livro em particular, e sendo assim, as vezes largamos até de ler uma boa história simplesmente por culpa da protagonista.
Todo mundo que lê já passou por isso, e pelo que andei lendo, a bella de crepúsculo é a mais odiada (não na minha opinião, para mim, a mais insuportável foi a Elena Gilbert, de "Diários do vampiro" - já comentei alguma coisinha sobre isso aqui no blog).
O que quero dizer, depois dessa breve introdução **enrolação, é que a protagonista é muito importante na avaliação do livro. E finalmente concluir, que no caso de "Sociedade secreta" posso dizer que não tive do que reclamar.
Amy é engraçada, com problemas para ter relacionamentos, faz lista de todo tipo de dados aleatórios, e é forte e determinada, sem muito mimimi. Uma pessoa normal eu diria, que você mesmo poderia conhecer por aí.

PERSONAGENS FAVORITOS:
Ah, POE com certeza. Se vocês leem os livros (talvez não no primeiro, pois correra o risco de acha-lo um porco chauvinista - palavras da Amy - mas nos seguintes... E a nossa protagonista, é claro. E o George, e... e ... todos.






Sinopse:
Sob a Rosa (Livro 02)
Amy Haskel agora faz parte da elite da Universidade de Eli. Ela é uma Coveira, integrante da sociedade secreta mais poderosa do país: a Rosa & Túmulo. Mas de repente os segredos da socidade são divulgados em um site, chamando a atenção dos patriarcas da Rosa & Túmulo e até da imprensa. Para completar, outra Coveira desaparece misteriosamente... Alguém está vendendo os segredos da sociedade, e nenhum membro está a salvo... Todos são suspeitos.

OPINIÃO GERAL SOBRE O LIVRO:

Sim, eu comprei o segundo livro. Não poderia esperar para saber a sequência, como disse acima. E eu não me decepcionei. Essa sequência é até melhor do que o primeiro livro, e o mistério sobre quem estaria traindo a sociedade é bem desenvolvido, sem que nos faça ficar entediado em momento algum. George, o tarado de Eli esta muito em alta nessa história, e outros personagens que não tiveram muito destaque antes, entram em foco, com meu querido Poe ( que me lembra muito o tom Riddle, de Harry Potter, vai saber deus lá porque - eu gosto dele ok?) entre outros.

Amy Haskel

Jamie Orkutt - vulgo Poe

George Harrison Prescott




Diana Peterfreund - a autora

Essas fotos não são aleatórias, eu as encontrei no site da escritora, com direito a dossiê sobre os principais personagens e tudo mais. Quem quiser da uma olhada esse é o link: http://www.dianapeterfreund.com

Dá para perceber que a autora, no mínimo, gosta de HP, pois além de no primeiro livro explicar o sistema de Eli comparando com as casas de Hogwarts, nesse segundo livro terá até a presença de Lord Voldemort...


3 comentários:

  1. Depois de Harry Potter, nunca li algo tão bom assim. Perfeito!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. E eu imaginava Jamie(Poe) de um jeito incrivelmente parecido com esta foto.

    Mariana Campello

    ResponderExcluir